PUBLICIDADE

APOIO

Brasil terá sua própria feira Alimentaria

quarta-feira, 06 de março de 2013 às 11h00

O evento ocorrerá ao mesmo tempo que a Equipotel São Paulo, a Feira de Hotéis e Hospedagem mais importante da América Latina.

Lançada oficialmente nesta terça-feira, 05, a Alimentaria Brasil (Feira Internacional de Alimentos e Bebidas) vem para atender a crescente demanda do mercado Food Service e gastronômico no país. Dados da Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (Abia) apontam que o segmento de Food Service representa 30% do faturamento da indústria de alimentos no mercado interno, totalizando R$ 114 bilhões. Estudos da Abia revelam ainda que o mercado de alimentação fora do lar tem mantido, nos últimos dez anos, média de crescimento anual de 14%.

O evento brasileiro seguirá o modelo europeu da Alimentaria realizada em Barcelona. No Brasil, a Alimentaria é promovida pela Reed Exhibitions Alcantara Machado em parceria com a Alimentaria Exhibitions. A expectativa é que já nesta primeira edição o evento reúna 420 expositores, nacionais e internacionais,em um espaço de 18.500 metros quadrados.
A Alimentaria Brasil acontecerá entre os dias 16 – 19 de setembro 2013 no Parque Anhembi em São Paulo. O evento acontece simultaneamente à Equipotel São Paulo, a maior feira da América Latina de Hotéis e Hospedagem, que anualmente reúne cerca de 48.000 profissionais do setor e na última edição, em 2012, contou com a exposição de 1.400 marcas.

Com 50 anos de história, a Equipotel São Paulo será a melhor companheira à nova Alimentaria Brasil, considerando que os setores de restaurantes e hotéis, são os maiores compradores da indústria de alimentos e bebidas e têm tido crescimento considerável no Brasil. Segundo o Ministério do Turismo, atualmente 330 hotéis estão sendo construídos no Brasil e 30% destes serão em São Paulo. Nas indústrias de alimentos e bebidas, o Brasil tem aproximadamente um milhão e meio de estabelecimentos, entre restaurantes, bares, cafés, rotisseries e pizzarias, e mais 28.000 hotéis e pousadas.

Para J. Antoni Valls, Diretor Geral da Alimentaria Exhibitions, a Alimentaria Brasil “representa um passo além na expansão da Alimentaria para novos mercados e um novo posicionamento como o catalisador de negócios da indústria agribusiness brasileira, espanhola e mundial”.
De acordo com Marcelo Vital Brazil, Diretor de Eventos da Reed Exhibitions Alcantara Machado, a organização da nova Alimentaria Brasil ao mesmo tempo da Equipotel São Paulo “reforçará as sinergias entre as duas exposições e oferecerá aos nossos visitantes um valor agregado, aumentado as possibilidades de negócios para toda essa cadeia de alimentação e hospedagem.”

O Modelo Alimentaria
A Alimentaria Brasil é inspirada no modelo de feiras Alimentaria, que tem tido muito sucesso no âmbito internacional. O evento brasileiro organizará ofertas de produtos em um numero de salões especializados, incluindo Multiprodutos – produtos alimentícios em geral; Vinhateria – vinhos; Interbebidas – água, sucos, refrigerantes, cerveja e bebidas alcoólicas; Interpesca – frutos do mar e pescados; Congelexpo – produtos congelados; Intercarne – carne e produtos cárneos; Orgânicos – produtos orgânicos; Olivaria – óleos vegetais; Interlácteos – leite e derivados; e Mundidulce – doces, chocolates, bolos, etc.
A feira inicia sua história com a colaboração das maiores indústrias e associações do Brasil, como a Associação dos Distribuidores de Bebidas (ADIBE), Associação Brasileira dos Distribuidores de Produtos Industrializados (ABAD), Associação de Bares e Restaurantes e a Federação Brasileira de Hotéis (ABRASEL), além de muitas outras.

Um mercado com enormes oportunidades
“O Brasil representa um destino de prioridade e uma excelente oportunidade de negócios para o setor agrícola mundial, que é hoje um dos motores de nossa economia, junto com o turismo e os alimentos,” complementa Valls. Em 2011, as vendas de bebidas e alimentos da Espanha para o Brasil, cresceu 30% em comparação com 2010, totalizando 107 milhões de Euros de acordo com os dados da Federação Espanhola das Indústrias de Bebidas e Alimentos (FIAB).
O Brasil ocupa atualmente o sexto lugar no ranking de economias globais e é o líder das economias da América Latina. Ele representa a principal porta de entrada ao Mercado Sul Americano. O crescimento de sua economia está refletido no fato de ter um crescimento do PIB da ordem de 2.8% em 2011. De acordo com as estatísticas da Unidade de Inteligência da The Economist, as previsões da ICEX (Instituto de Comércio Exterior), mostram um crescimento real da econômica Brasileira de 4.5% em 2013 e 5% in 2014. O crescimento da renda per capta foi de 3.4% no ano passado, ou um total de 11.858 dólares.
Além disso, a Copa do Mundo em 2014 e as Olimpíadas em 2016 aumentaram ainda mais o interesse das empresas estrangeiras no Mercado Brasileiro. O Investimento esperado nos próximos dois anos é de aproximadamente 52 bilhões de dólares.