Projeto impulsiona comércio em Florianópolis

Mercado Brasil – Negócios

O Centro Histórico vai ganhar o primeiro shopping a céu aberto da cidade. O projeto, resultado de uma parceria público-privada, promoveu a revitalização da Rua Vidal Ramos, uma importante via de comércio da capital do estado. A iniciativa inclui ainda a participação de consultores do Sebrae em Santa Catarina, que vão orientar empresários sobre como impulsionar os negócios.

A mudança da Vidal Ramos é exemplo de uma parceria bem-sucedida entre o poder público e o privado. Os resultados ficam visíveis nas novas fachadas das lojas, com pintura padronizada, toldos e placas de identificação. A Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (ACIF) garantiu a instalação do mobiliário – lixeiras, floreiras, bancos e totens – e a Secretaria Municipal de Obras realizou reformas na pavimentação e no sistema de água e esgoto.

O projeto incluiu ainda a instalação de postes com design diferenciado e melhoria da iluminação, com uso de lâmpadas de LED. Outro ponto trabalhado foi a valorização da história local. Em um totem instalado na esquina com a Rua Arcipreste Paiva, os visitantes poderão conhecer um pouco mais sobre o local, que nas décadas de 70 e 80 já recebia um grande número de pessoas. “Os resultados já aparecem e estão atraindo a atenção de outros comerciantes do centro da capital. No futuro, devem surgir mais projetos como esse”, afirma o presidente da ACIF, Doreni Caramori Júnior.

Os lojistas também estão entusiasmados. “Desde o início das obras de revitalização, constatamos o aumento no fluxo de pessoas. Acredito que agora, com a gestão conjunta dos lojistas, teremos um retorno ainda maior”, diz o proprietário da Mais Q Básica, Raul Bernardo Pomba, um dos primeiros comerciantes a aderir ao projeto, há cinco anos. Arlei Favero Picolli e Lucia Picolle Ishibashi, proprietárias da loja da Cacau Show, localizada na Vidal Ramos, estão otimistas. “A rua será um ponto bacana e de referência para a cidade. Além de diversificada e com lojas lindas, oferece conforto e beleza”, comemoram.

Leia também:  Indústria de ferramentas sofre retração em razão da desindustrialização brasileira, afirma Sinafer

Coordenadora da Câmara de Lojistas da Rua Vidal Ramos, Rose Macedo Coelho, explica que o projeto se consolidou ao longo dos anos e que deve ter continuidade. “No início, um ou outro comerciante aparecia querendo participar. Hoje, 80% dos estabelecimentos comerciais integram o projeto”, afirma.

A Vidal Ramos tem 56 lojas. Depois da inauguração, os parceiros vão iniciar a segunda etapa do projeto de shopping a céu aberto. Com apoio do Sebrae em Santa Catarina e da Federação do Comércio de Bens, de Serviços e de Turismo de Santa Catarina (Fecomércio), lojistas e colaboradores vão participar em conjunto de cursos de capacitação em vendas, marketing e gestão. A intenção é melhorar o atendimento ao público, aumentar as vendas, aperfeiçoar as práticas de gestão dos estabelecimentos e ainda criar campanhas em datas comemorativas. “Ser responsável pela qualificação dos comerciantes e lojistas é uma grande responsabilidade que temos o privilégio de assumir”, destaca Sérgio Fernandes Cardoso, diretor de Administração e Finanças do Sebrae no estado.

Fonte: Sebrae

O Centro Histórico vai ganhar o primeiro shopping a céu aberto da cidade. O projeto, resultado de uma parceria público-privada, promoveu a revitalização da Rua Vidal Ramos, uma importante via de comércio da capital do estado. A iniciativa inclui ainda a participação de consultores do Sebrae em Santa Catarina, que vão orientar empresários sobre como impulsionar os negócios.

Leia também:  Comunicação digital é tema de encontro de sindicatos de indústria

A mudança da Vidal Ramos é exemplo de uma parceria bem-sucedida entre o poder público e o privado. Os resultados ficam visíveis nas novas fachadas das lojas, com pintura padronizada, toldos e placas de identificação. A Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (ACIF) garantiu a instalação do mobiliário – lixeiras, floreiras, bancos e totens – e a Secretaria Municipal de Obras realizou reformas na pavimentação e no sistema de água e esgoto.

O projeto incluiu ainda a instalação de postes com design diferenciado e melhoria da iluminação, com uso de lâmpadas de LED. Outro ponto trabalhado foi a valorização da história local. Em um totem instalado na esquina com a Rua Arcipreste Paiva, os visitantes poderão conhecer um pouco mais sobre o local, que nas décadas de 70 e 80 já recebia um grande número de pessoas. “Os resultados já aparecem e estão atraindo a atenção de outros comerciantes do centro da capital. No futuro, devem surgir mais projetos como esse”, afirma o presidente da ACIF, Doreni Caramori Júnior.

Os lojistas também estão entusiasmados. “Desde o início das obras de revitalização, constatamos o aumento no fluxo de pessoas. Acredito que agora, com a gestão conjunta dos lojistas, teremos um retorno ainda maior”, diz o proprietário da Mais Q Básica, Raul Bernardo Pomba, um dos primeiros comerciantes a aderir ao projeto, há cinco anos. Arlei Favero Picolli e Lucia Picolle Ishibashi, proprietárias da loja da Cacau Show, localizada na Vidal Ramos, estão otimistas. “A rua será um ponto bacana e de referência para a cidade. Além de diversificada e com lojas lindas, oferece conforto e beleza”, comemoram.

Leia também:  Os Climatizadores Industriais são a melhor opção para a minha empresa?

Coordenadora da Câmara de Lojistas da Rua Vidal Ramos, Rose Macedo Coelho, explica que o projeto se consolidou ao longo dos anos e que deve ter continuidade. “No início, um ou outro comerciante aparecia querendo participar. Hoje, 80% dos estabelecimentos comerciais integram o projeto”, afirma.

A Vidal Ramos tem 56 lojas. Depois da inauguração, os parceiros vão iniciar a segunda etapa do projeto de shopping a céu aberto. Com apoio do Sebrae em Santa Catarina e da Federação do Comércio de Bens, de Serviços e de Turismo de Santa Catarina (Fecomércio), lojistas e colaboradores vão participar em conjunto de cursos de capacitação em vendas, marketing e gestão. A intenção é melhorar o atendimento ao público, aumentar as vendas, aperfeiçoar as práticas de gestão dos estabelecimentos e ainda criar campanhas em datas comemorativas. “Ser responsável pela qualificação dos comerciantes e lojistas é uma grande responsabilidade que temos o privilégio de assumir”, destaca Sérgio Fernandes Cardoso, diretor de Administração e Finanças do Sebrae no estado.

Adicionar comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *